22.5.13

Recordar António Nota

António "Nota" (1908-1958)
Jornal JOÃO SEMANA (01/06/2006)
TEXTO: Orlando Caió

António Augusto de Oliveira Soares de seu verdadeiro nome, nasceu em Ovar no seio de uma família humilde, a 26 de Novembro de 1908. 
Era vulgarmente conhecido por “Nino” do Nota, rachador de lenha no Inverno e pescador na Praia do Furadouro no Verão.
Convém aqui referir que a razão do apelido Nota tem a sua origem no facto de seu pai pagar, habitualmente, não com moedas, mas sim com uma nota, a despesa feita na loja durante a semana.
Bem cedo viria a despontar para o atletismo, tendo representado o Estrela Futebol Clube e o Aliança Futebol Clube, colectividades que há muito deixaram de existir em Ovar.
António Nota era um atleta de grande resistência, astuto, passo cadenciado e boa ponta final, que normalmente se posicionava entre os seis primeiros lugares.
Participou em cerca de 12 provas de atletismo, entre Léguas e Crosses, realizadas em Ovar e região do Porto. Entre as suas melhores prestações constam um 2.º lugar, obtendo, por duas vezes o 3.º e o 5.º lugar na tabela classificativa.

A equipa de atletismo do velho Aliança FC de Ovar, vencedora, por equipas,
do Cross de 7.000 metros realizado no Porto em 03/02/1935, arrebatando a “Taça
 D. Francisco Sotto-Mayor”. Da esquerda para a direita: António Nota (3.º lugar),
Mário Loureiro (4.º), António Carriola (6.º) e Manuel Nunes (13.º lugar).

(Foto de “O Primeiro de Janeiro” de 05/02/1935)

Estreou-se oficialmente pelo Estrela FC na VII Légua Ovar – Furadouro, em 3 de Setembro de 1933, tendo obtido o 6.º lugar, e com a camisola do Aliança de Ovar correu, pela última vez, em 31 de Janeiro de 1943, com 34 anos, na “Légua do Operário FC”, no percurso Porto – Gaia, classificando-se na 3.ª posição.
António Nota esteve ainda para participar, em 17 de Setembro de 1944, até ao último instante do início da corrida, na XII Légua de Ovar, mas algo de estranho aconteceu.
Relatam os jornais da época que, por influência de alguém, António Nota exigira ao Aliança, para correr, uma determinada quantia. O Aliança, clube meramente amador, não cedeu, e ali mesmo dispensou o concurso do seu atleta mais antigo. E assim, não sem alguma mágoa e desilusão, terminou a carreira do “Nino do Nota”, sem sombra de dúvida um dos melhores atletas vareiros dos anos 30 e 40 do século passado.
António Augusto de Oliveira Soares faleceu no Furadouro a 23 de Outubro de 1958, com 49 anos de idade.

Artigo publicado no jornal JOÃO SEMANA (1 de junho de 2006)
http://artigosjornaljoaosemana.blogspot.pt/2013/05/recordar-antonio-nota.html

Sem comentários: