1.2.13

Rede Museológica de Ovar – Igreja e Capelas dos Passos

Jornal JOÃO SEMANA (15/12/2012)
TEXTO: Fernando Manuel Oliveira Pinto

A partir desta edição, vamos vi­sitar as 12 Instituições que fazem parte da Rede Museológica de Ovar (ver caixa), para que o leitor fique a par das suas virtudes e fragilidades. Começamos pela Igreja Matriz e as sete Capelas dos Passos.

Há dias, ao passarmos pelo Ca­sal, vindos da fonte Júlio Dinis, fi­cámos a apreciar, de longe, as duas majestosas torres da Igreja, que vi­giam, como se de fiéis guardiões se tratasse, a nossa linda cidade. Não resistimos, e registámos aquele ce­nário inspirador.
Dali, fomos até à Avenida do Bom Reitor para ouvirmos o Padre Manuel Pires Bastos falar um pouco sobre a participação da Paróquia de S. Cristóvão de Ovar no projeto da Rede Museológica.

Igreja Matriz de Ovar
[FOTO: FERNANDO PINTO]

“A própria comunidade vareira vê a Igreja Matriz como centro mo­numental da nossa terra, património que é sempre um marco de referên­cia em qualquer panfleto turístico”, diz o Pároco de Ovar.
Perto do altar, do lado esquerdo para quem entra pela porta principal, ergue-se a 1.ª capela dos Passos, a do Pretório, que se encontra em obras de restauro, depois de ter sido descoberto um fresco de 1727 (na foto), que veio enriquecer ainda mais o Percur­so Turístico dos Passos.
 Fresco da Igreja Matriz
[FOTO: FERNANDO PINTO]
Quanto ao modo como são reali­zadas as visitas à Igreja e às Capelas dos Passos, o Sr. Abade esclarece: “O Sr. Olímpio, o nosso sacristão, até por ser uma pessoa interessada nestas coisas da arte sacra, acei­tou, de boa vontade, fazer o papel de guia turístico. Sabemos que um trabalho destes deveria ser feito por pessoal qualificado, por alguém que dominasse pelo menos uma língua estrangeira; mas não temos condi­ções financeiras para tal”.
A auxiliar o sacristão está o Sr. Lopes, que abre todos os dias úteis, os Passos da Queda, junto ao Tribunal, e o da Verónica, na Praça da República, por serem os mais cen­trais. Se alguém quiser visitar outras capelas, como a do Calvário, dirige-se à Igreja Matriz, e o Sr. Olímpio acompanha-o.
“A nossa Igreja é das poucas do país que está aberta durante o dia, das 7h00 às 19h30, e a questão da segurança é para nós muito impor­tante... Estamos a pagar horas ex­traordinárias aos funcionários para vigiarem o espólio da nossa Igreja, porque os assaltos são uma realida­de. E o dinheiro não cai do céu...”, lembra o Padre Bastos.
Quando a Rede Museológica pro­pôs que se cobrasse bilhete para usufruir de uma visita guiada às Capelas dos Passos a um custo simbólico, alguns turistas co­meçaram a ficar à porta da Igreja: “A verdade é que o exterior da Matriz, apesar de monumental, não mostra a arte que pode ser vista no interior do templo”, adianta o Pároco, explican­do que os horários oficiais de visita ainda não foram afixados num painel apropriado, até porque as visitas não têm sido em número de prejudicar a atividade religiosa: “Mas seria bom que tivéssemos um horário bem de­finido, para que os visitantes fiquem bem informados sobre os horários do culto religioso”, acrescenta.
Para além das informações pu­blicadas no “João Semana” e nos sites da Internet, a Paróquia de Ovar está a pensar fazer alguns livrinhos, de forma a publicitar este patrimó­nio, que é de todos os ovarenses.

Capela do Calvário, Ovar
[FOTO: FERNANDO PINTO]

Durante as Procissões Quares­mais, a cidade de Ovar é visitada por inúmeros forasteiros, e quase não é necessário apostar na divulgação destes acontecimentos. Mesmo as­sim, a Câmara Municipal paga um anúncio na TV, e espalha cartazes por toda a cidade de forma a promo­ver estas manifestações de fé.
“Aqui, vá lá, ainda não preci­samos de pagar a figurantes, como acontece em Braga. As nossas Pro­cissões são genuínas, e realizam-se com a ajuda voluntária dos Irmãos da Ordem Terceira e da Irmandade dos Passos, bem como de bom núme­ro de paroquianos. O setor turístico ainda está pouco desenvolvido na Igreja”, reconhece o Pároco, adian­tando que a sacristia dos Passos vai ser convertida, futuramente, numa espécie de sala de visitas onde estarão expostas algumas lembranças: “Temos como meta arranjarmos uma das torres da Igreja para expormos os objetos que atualmente ocupam essa sacristia”.
Em relação aos acessos à Matriz e às Capelas dos Passos, até não são dos piores. Em caso de emergência, uma ambulância pode vir pelo aces­so ao adro e cemitério, e estacionar à porta da Igreja: “Para facilitar o acesso a quem se desloca em ca­deira de rodas, pensou-se, há anos, construir uma rampa, num dos la­dos da escadaria da Matriz. Isso não é difícil de ser feito”, assegura o sacerdote.

Ao sairmos da Igreja, parámos a meio da escadaria, e fixámos o olhar na fachada coberta de azulejos. Uma luz outonal, vinda dos lados do mar, iluminava o templo. Sentimos uma certa nostalgia pela falta da ima­gem do nosso Padroeiro, que saiu do seu nicho para o Pólo Central da Rede Museológica, em Arada, onde aguarda a conclusão de um profun­do restauro. É para lá que os nossos próximos passos nos levarão...

------------------------------------------------------------------------

A Rede Museológica de Ovar (RMO), criada em 2006, tem como missão integrar um con­junto de Museus e Núcleos Mu­seológicos, com diferentes mis­sões, de carácter permanente, sem fins lucrativos, ao serviço da sociedade e do seu desenvol­vimento, abertos ao público e dotados de uma estrutura orga­nizacional que lhes permita adquirir, conservar, estudar e va­lorizar um conjunto de imóveis e bens culturais com objetivos científicos, educativos e lúdicos. 
A RMO é coordenada pela Câmara Municipal de Ovar e, atu­almente, fazem parte deste projeto os seguintes 12 membros:

Pólo Central da Rede Museológica de Ovar
Rua dos Correios
3885 Arada - Ovar
Tel. 256798174 - Fax. 256798175
E-mail: redemuseologicaovar@cm-ovar

Igreja e Capelas dos Passos
Igreja Matriz - 3880-110 Ovar
Tel. 256572247 / 256574173 - Fax. 256588545
E-mail: paroquiaovar@hotmail.com
Site: paroquiaovar.blogspot.pt

Museu de Ovar
Rua Heliodoro Salgado, n.º 11 - 3880-232 Ovar
Tel. 256572822
E-mail: museu.ovar@gmail.com
Site: museuovar.wordpress.com

Museu Júlio Dinis – Uma Casa Ovarense
Rua Júlio Dinis, 81
3880-238 Ovar
Tel. 256581378/00
E-mail: museujuliodinis@cm-ovar.pt

Casa-Museu de Arte Sacra
da Ordem Franciscana Secular
Rua Gomes Freire, n.º 27 - 3880-229 Ovar
Tel. 914093578
E-mail: cmasovar@gmail.com - Site: cmasovar.blogspot.com

Núcleo Museológico
do Grupo Folclórico As Tricanas de Ovar
Rua de S. Donato, n.º 315 - 3880-794 S. João de Ovar
Tel. 966264342
E-mail: tricanas.ovar@netvisao.pt

Museu Escolar Oliveira Lopes
Rua Irmãos Oliveira Lopes, n.º 250 - Apartado 113
3880-907 Válega - Ovar - Tel. 256503606
E- mail: meollopes@gmail.com
Site: www.meol.pt

Museu Etnográfico de Válega
Rua Irmãos Oliveira Lopes
3880-485 Válega Ovar
Tel. 256502164
E-mail: cpvalega@gmail.com

CENÁRIO – Centro Náutico da Ria de Ovar
Cais do Puxadouro - 3880 Válega - Ovar
Tel. 965635233
E- mail: cenariovar@gmail.com
Site: cenariovar.blogspot.com

Núcleo Museológico da Ourivesaria Carvalho
Rua 31 de Janeiro, n.º 17
3880-143 Ovar
Tel. 256572728
E-mail: ourivesariacarvalho.ovar@gmail.com
Núcleo Museológico da Tanoaria Ramalho
Rua Abade Pinheiro, 304
3885-432 Esmoriz
Tel. 256752512
E-mail: tanoariaramalho@gmail.com

Núcleo Museológico da Tanoaria Farramenta
Avenida 29 de Março - 3885 Esmoriz
Tel. 256752565
E-mail: geral@tanoariajosafer.com 
Site: www.tanoariajosafer.com

O conselho diretivo da Rede Museológica de Ovar, composto pelos res­ponsáveis dos referidos museus e núcleos do nosso concelho, reúne, to­dos os meses, alternando-se o local pelas diferentes instituições.

FOTOS: Jornalista Fernando Pinto

Artigo publicado no jornal JOÃO SEMANA (15 de dezembro de 2012)
http://artigosjornaljoaosemana.blogspot.pt/2013/02/rede-museologica-de-ovar-igreja-e.html

Sem comentários: