12.6.12

"O Uso das Coisas" – A MOEGA E A MOENDA

Jornal JOÃO SEMANA (15/06/2010)
TEXTO: Fernando Pinto

A moega e a moenda
A moega é a peça de moinho constituída por uma caixa de madeira (vasilha) em forma de pirâmide invertida, com um orifício no vértice por onde sai, regulado, o grão para a moenda (pedra superior, redonda e giratória, mais conhecida por mó, na qual se trituram os cereais ou outros produtos nos moinhos).
Na década de 80, ía muitas vezes buscar farinha ao moinho de José da Silva Pode, na Ponte Reada, para que a minha mãe pudesse fazer pão num pequeno forno de barro que tínhamos ao fundo do quintal. (Como todas as crianças, preferia ficar a ver as séries de aventura que passavam na televisão em vez de ir fazer os habituais recados próprios da minha idade).
Já na companhia do moleiro (moendeiro ou dono da moenda), com as pernas morenitas enfarinhadas, ficava a ver cair, a conta-gotas, os grãos de milho da moega para a moenda. Na minha imaginação pareciam pingos dourados a precipitarem-se do tecto de uma gruta, ou, então, uma espécie de ampulheta, de relógio feito de grãos de areia. Mas toda aquela espera valia “a canseira”, já que o cheirinho do pão caseiro a sair do forno fazia crescer água na boca de qualquer um...


O moinho do Pode, na Ponte Reada, junto à linha de caminho-de-ferro  
As crianças e adolescentes de hoje passam a maior parte dos seus tempos livres enfiados em casa. Alguns, quando não estão com os olhos colados na TV, ou no monitor do computador, moem, vezes sem conta, a paciência aos progenitores. Agora pergunto: quantos pais, nos dias que correm, “fazem farinha” dos seus filhos?

Fotos: Manuel Pires Bastos (1) e Fernando Pinto (2)

Artigo publicado no jornal JOÃO SEMANA (15 DE JUNHO DE 2010)


ENDEREÇO PARA COLOCAR NUMA BIBLIOGRAFIA

LEIA TAMBÉM "A RODILHA" [CLIQUE NO LINK A AZUL]

Sem comentários: